Primeiro gin biológico da península Ibérica é português

23 Out

Primeiro gin biológico da península Ibérica é português

O primeiro gin biológico da Península Ibérica e o sexto do mundo está a ser produzido por uma empresa portuguesa, em Évora. Como resultado da aposta na produção biológica e artesanal para conquistar o mercado, o gin ‘Templus’ já está à venda em várias lojas ‘gourmet’ do país.

O biológico “é saudável e está na moda” e é precisamente isso que, para João Monteiro, relações públicas da 3Bicos, “diferencia este gin de todos os outros espalhados pelo mundo”. Para a sua produção, é feita “a fermentação do cereal” em barricas, seguida de três destilações.

A última de todas inclui a colocação das “essências do gin” no alambique: a base da bebida, o zimbro, e ainda “ervas aromáticas, como poejo e a hortelã da ribeira, tudo produtos biologicamente certificados”.

Batizado em homenagem ao Templo Romano de Évora, o gin Templus “é o primeiro gin biológico português e da Península Ibérica e o sexto do mundo” e já pode ser consumido em bares e hotéis da cidade, estando também à venda em lojas “gourmet” de vários pontos do país.

Ainda assim, o responsável conta que o objetivo da empresa é fazer chegar o gin alentejano “a todas as partes do mundo”, mas “sempre em pequenas quantidades” para não massificar o produto e manter a qualidade de excelência.
De Espanha, um dos maiores consumidores de gin do mundo, já chegou, aliás, “um contacto” para a compra da bebida, estando a empresa de Évora à espera de uma resposta para a encomenda.

A 3Bicos está ainda a fazer experiências no sentido da produção de uma vodka, para uma outra empresa, e prevê começar a produzir, a curto prazo, o primeiro whisky português.

The following two tabs change content below.
Todos os dias há acontecimentos positivos em Portugal e no mundo que devem ser destacados: essa é a função do Boas Notícias.

Poderá também gostar:

* 1 Estrela ** 2 Estrelas ** 3 Estrelas ** 4 Estrelas ** 5 Estrelas * (9 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...


Etiquetas: , ,

Ainda ninguém comentou, seja o primeiro.

Deixe a sua opinião