Dois moscatéis lusos entre os melhores do mundo

1 Ago

Dois moscatéis lusos entre os melhores do mundo

Portugal conquistou sete medalhas na 13ª edição do concurso internacional Muscats du Monde, que decorreu no início do mês em Frontignan-la-Peyrade (França). No mesmo concurso, Portugal colocou dois vinhos no Top 10 mundial.

No concurso, considerado um dos melhores eventos internacionais de vinhos moscatel, Portugal conquistou cinco medalhas de ouro e duas medalhas de prata. No total, o júri internacional provou 224 moscatéis de 24 países, de onde resultaram 75 medalhas: 26 de ouro e 49 de prata.

Portugal destaca-se no pódio dos países premiados sendo, a par da Espanha, o segundo país mais bem colocado com sete medalhas, logo atrás da França.

As medalhas de ouro foram atribuídas à Adega Cooperativa de Favaios com o Moscatel do Douro Doc (2007), à SIVIPA (sociedade de Palmela) com o Setúbal Doc Roxo (2009), à Venâncio da Costa Lima com o Moscatel de Setúbal Do, à Adega Cooperativa de Favaios com o Moscatel do Douro Doc (1989) e à Casa Ermelinda Freitas pelo Moscatel de Setúbal Do Superior (2003).

Já as medalhas de pratas foram atribuídas à casa José Maria da Fonseca com o seu Moscatel Roxo Do (2004) e à Bacalhôa-Vinhos de Portugal com um Moscatel Roxo (2001).

Os vinhos generosos portugueses mereceram também, neste concurso, dois lugares do Top 10 dos melhores moscatéis do mundo com o Moscatel do Douro Doc (2007) da Adega Cooperativa de Favaios e o Moscatel Roxo (2009) da SIVIPA. Neste Top apenas a França surge mais bem representada com quatro vinhos na lista.

Clique AQUI para consultar a lista dos premiados.

The following two tabs change content below.
Todos os dias há acontecimentos positivos em Portugal e no mundo que devem ser destacados: essa é a função do Boas Notícias.

Poderá também gostar:

* 1 Estrela ** 2 Estrelas ** 3 Estrelas ** 4 Estrelas ** 5 Estrelas * (6 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...


Etiquetas: ,

Ainda ninguém comentou, seja o primeiro.

Deixe a sua opinião